quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Audi A1 Sport. Um esportivo de bolso












Acrescentar um compressor mecânico e um turbo a um carro de dimensões compactas como o Audi A1 parece ser a receita ideal para divertir qualquer motorista. 

Não há como negar essa vocação da versão Sport do modelo, apresentada pela marca ao mercado brasileiro com preços que partem de R$ 109.900. 

Segundo a Audi, cerca de 100 carros serão trazidos ao Brasil em 2012, já que a demanda fora do Brasil pelo A1 Sport está alta. 

Para 2013, a marca espera que 60% das vendas do modelo sejam da versão esportiva.

Com 185 cv de potência e 25,5 mkgf de torque, o motor 1.4 a gasolina da nova configuração é 63 cv mais potente e 5 mkgf mais forte em torque que a versão Attraction, cujo valor de entrada é R$ 94.900.

As medidas e a lista de equipamentos de série do A1 Sport questionam seu valor salgado, já que o carro de apenas 3,9 m de comprimento, 2,4 m de largura (contando-se os espelhos) e 2,5 m de distância entre-eixos sai de fábrica com airbags frontais, laterais e de cortina, além de rodas de 17 polegadas, sistema de som com conectividade via Bluetooth, bancos esportivos e o volante multifuncional em couro. 

Só que não dá para negar que se trata de um veículo que serve de "porta de entrada" para os modelos da Audi. 

Mesmo na versão mais cara, os bancos são de tecido e o ar-condicionado é manual. 

Por fora, o para-choque dianteiro recebeu aletas de ventilação funcionais para os freios, saias laterais e aerofólio traseiro.

Com câmbio automatizado de dupla embreagem e sete marchas, o modelo é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 6,9 s, dois segundos a menos que a versão convencional, enquanto a velocidade máxima é de 227 km/h (24 km/h a mais). 

Com peso de 1.265 kg, o desempenho veio ao custo de 65 kg extras em relação ao A1 Attraction.

Velocidade em pequenas doses

Mesmo sendo a resposta da Audi a modelos como o MINI Cooper S na Europa, o A1 não tem o mesmo desenho cativante.

Está mais para uma "versão de bolso" do A3, o que não é ruim, pelo contrário. 

O acabamento por dentro e por fora é bem feito e, rodando, o carro é sólido. 

Firme nas curvas, mas sem os solavancos típicos de modelos de dimensões compactas na estrada. 

Os bancos traseiros levam um adulto de até 1,70 m sem grandes compromissos, já que o espaço para as pernas é suficiente. 

Já para a cabeça, os mais altos vão precisar tomar cuidado com a coluna traseira do carro.

Na roupagem Sport, o A1 ganha uma personalidade mais "arisca". 

No primeiro contato é preciso tomar cuidado com o acelerador, pois o modelo responde prontamente. Mérito do compressor, que elimina a hesitação inicial do turbo em baixas rotações. Aliado a um câmbio automático de dupla embreagem, as trocas são suaves e rápidas e o modelo acelera até os 120 km/h com fôlego para ir além disso. 

Mesmo com o desempenho de sobra para seu tamanho, o A1 não abre mão de um consumo comedido, já que a Audi declara um consumo urbano de 13,3 km/l e rodoviário de 19,6 km/l. 

Para quem ficou com um gostinho de quero mais com a versão de "apenas" 122 cv, a resposta está aí.

Um comentário:

kk disse...

ny limo net car service  team of friendly and courteous drivers possesses the experience, knowledge and skills to ensure that our passengers travel comfortably, safely and luxuriously. This combined know-how, the state of art limo service, the quality of our vehicles allows us to provide the most professional ny limo net car service to every customer.